sexta-feira, 15 de maio de 2015

Como ser saudável na escola/faculdade?

A maioria de nós jovens, hoje em dia já estuda E trabalha. Fica meio difícil de conciliar as coisas, principalmente quando se trata de universidade, como é meu caso. Porque você trabalha 8 horas por dia e a noite você vai pra faculdade, e quando finalmente chega em sua casa, já tem que se organizar para o próximo dia. Então é um ciclo, você cria toda uma rotina e fica difícil de sair dela, até mesmo porque você tem que manter a disciplina. Pra nós que temos essa vida corrida, praticidade é tudo aquilo que precisamos. PRINCIPALMENTE na hora de nos alimentarmos. Calma aí, kirida ou kirido, não estou falando de fast-food. NÃO ESTOU FALANDO DE FAST-FOOD. É comum na hora da pressa, comermos coisas "gordas", como lanches e salgados, mas estou falando de alimentos rápidos e saudáveis, tipo unir o útil ao agradável.
Aí você me pergunta:
- Tem como ter uma alimentação saudável quando se tem pouco tempo?
Sim, tem como! Pra tudo se dá um jeito. Fica complicado, maix meus amores, tenho que lhes contar uma coisa: não é impossível. É questão de querer. Se você está bem assim, feliz e satisfeito (a), ok, tudo bem. MÃS, se você quer mudar seus hábitos sem ter que mudar completamente sua dieta, eu tenho algumas diquinhas pra tu e olha, vou te contar mais uma coisa: se tu quer mesmo ser saudável, você consegue e ainda de quebra, economiza de gastar aquele absurdo nas cantinas. 

1º Passo: Se alimente de 3 em 3 horas.

Entenda o porque: se nos alimentamos com esse intervalo de tempo, nosso metabolismo aumenta, porque o nosso organismo também gasta caloria tendo de digerir aquilo que ingerimos. Se o intervalo for maior, o metabolismo gasta menos calorias digerindo os alimentos, pois houve uma parada desde a digestão da última refeição até o início da refeição seguinte. E essa "retomada" é um pouco mais lenta. Mais uma coisa: é importante darmos esse intervalo de tempo porque quando sentimos fome, mas muita fome, devido a muito tempo sem comer, quando vamos finalmente nos alimentar, comemos além do que nosso corpo precisa.

2º passo:  Não corte nada da sua dieta, diminua a quantidade ou substitua.

Exatamente. Não precisa deixar de comer sua comida preferida porque ela é "gorda". Apenas diminua a quantidade. Se normalmente, em uma semana você toma 2L de refrigerante, substitua-o por suco natural durante a semana e deixe para o final de semana para tomá-lo. Mas com controle, claro. Nada de se policiar durante a semana e chegar no final de semana e tomar 4L. Lembre-se da disciplina.
Sabe aquele horário do dia que bate aquela vontade de comer um doce? Então. Ao invés de ir como uma louca comprar uma barrinha de chocolate, coma frutas. "Ah, mas eu não gosto dessa, e dessa fruta." OK. Quando eu digo pra substituir os doces por fruta, estou falando de escolher as suas preferidas e não de se obrigar a comer de TUDO. Ninguém é obrigado.

3º passo: Faça atividade física.

Lê, eu já não tenho tempo nem pra fazer minhas tarefas cotidianas, como vou arranjar tempo pra fazer exercício?
Concordo contigo que é difícil, mas não disse em nenhum momento que deve correr 3km todas as manhãs. A minha sugestão é de sempre que possível, estar fazendo uma caminhada. Já sei que sua semana é corrida, baby. Pode ser no final de semana, não tem problema e nem desculpa!

4º passo: Durma bem.

Sabia que nosso metabolismo transforma as gorduras em energia mais rápido enquanto dormimos? Por isso dormir pelo menos 7 horas e meia por noite é importante! E outra, quem não gosta de dormir? 


Não é TÃO difícil mudar nossos hábitos né galere? Tem jeito, como eu disse: não é impossível. Eu fosse vocês, tentaria!