quarta-feira, 13 de maio de 2015

É meu, então nem vem

 Oi. Oi? Oi!
 A - P - O - S -T - O que vou encontrar aqui, várias pessoas que vão se identificar com o tema que vou tratar agora e já. O ciúmes.
 Não que eu seja ciumenta, muito pelo contrário. aham, senta lá Claudinha
É o seguinte, vou confessar pra vocês: eu sou ciumenta mesmo, mas isso não é uma coisa boa. NÃO É.
Eu tenho ciúmes do que não é meu. Não tem porque eu ter ciúmes de uma coisa que eu fui lá e comprei, porque se tornou uma coisa minha e só irei perder se alguém roubar e tal. 
Mas, como vou dizer que tal pessoa é minha? Ou então, que tal animal de estimação é meu? Não tem como.
 - Ah Lê, mas você pode ter comprado um gato/cachorro!
Sim, posso ter comprado, mas mesmo que isso tivesse acontecido, não tem como eu controlá-los. Se o animal não se adaptou a mim, não me curtiu e tal pela forma que eu cuidei dele, ele pode encontrar outro dono que o conquiste de alguma outra forma. Tipo, na minha mente, é uma coisa que eu não posso mudar. Se não deu, não deu, independente de eu ter pago tantos reais por aquele animal. 
Já com as pessoas, é um pouquinho diferente. Só um pouquinho mesmo, porque eu não posso comprar pessoas para tê-las sob meu domínio. Tá, tem gente que compra crianças, mas não é um processo legal, não é algo normal, ou seja, não encontramos crianças à venda em qualquer esquina. E mesmo que comprar crianças fosse normal, isso não faria a criança gostar dos seus pais "adotivos". A questão é que, se a pessoa não é nem meu pai, nem minha mãe, não tem nada que a prenda a mim. Entãão, tá fácil de perder. Por isso existe uma possessão idiota, de querer fazer algo que NÃO É MEU, e NUNCA VAI SER, se tornar algo meu. Tentamos controlar as pessoas de forma que elas estejam sempre por perto, pra que possamos fazer uma supervisão. Principalmente se é dentro de um namoro. Gentchy, lembrem-se que estou falando isso pra pessoas que SÃO ciumentas. Cada caso, é um caso. Quando existe ciúmes na parada, tudo fica pior. É um sentimento que aperta o coração. Quem tem, sabe como é!
Não tem o que fazer, além de entender que as coisas são assim mesmo, as pessoas/coisas/animais vão e vem o tempo todo e o máximo que podemos fazer é dar motivos pra que queiram ficar perto de nós. Complicado né?